• Descrição

    bracoLifting Braquial ou Dermolipectomia de braços é o nome dado à cirurgia plástica do braço onde retira-se o excesso de pele e tecido gorduroso localizado na parte posterior do braço.

    O contorno dos braços tem sido cada vez mais valorizado pelas novas tendências da moda e pela popularização dos esportes ao ar livre. Assim como as pernas, a aparência desta região é importante em países onde o clima estimula a exposição frequente do corpo. Com o passar dos anos, o envelhecimento natural dos tecidos e as variações de peso podem produzir depósitos de gordura e /ou flacidez de pele concentrados nas faces lateral e posterior dos braços. O resultado é um aumento da circunferência do membro com perda da definição muscular, prejudicando o contorno estético.

    O tratamento cirúrgico desta região evoluiu bastante nos últimos anos, principalmente após a inclusão da lipoaspiração como opção em casos selecionados. Atualmente é possível rejuvenescer os braços com excelentes resultados utilizando as várias técnicas disponíveis, oferecendo significativa melhora do contorno com cicatrizes cada vez menores.

  • Cirurgia

    O tipo de anestesia empregada fica a critério da equipe de anestesistas, na dependência da avaliação de cada caso, podendo ser realizada sob anestesia peridural com sedação ou sob anestesia geral. O tempo cirúrgico pode variar de 3 – 4 hs.

    O lifting crural é realizado através de incisões de tamanho variável localizadas exatamente no sulco da virilha. Após determinar e remover os excessos de pele da face interna das coxas, o cirurgião deve executar o fechamento da incisão com extremo cuidado para evitar o alargamento da cicatriz durante o pós-operatório bem como distorções da região genital. Naturalmente, a extensão das cicatrizes é diretamente proporcional ao grau de flacidez presente.

  • Recuperação

    Pacientes submetidos ao lifting braquial devem permanecer em repouso absoluto por cerca de 3 a 5 dias, mantendo os braços próximos do corpo por 2 a 3 semanas. Recomendamos minimizar a utilização dos braços durante os primeiros 60 dias para permitir a cicatrização dos tecidos sem alargamento das cicatrizes.

    Assim como na lipoaspiração, recomendamos a utilização de cintas apropriadas durante as primeiras 4 a 6 semanas, visando maximizar a aderência dos tecidos e acelerar a reabsorção do edema (inchaço). Quando necessário, os pontos costumam ser removidos após 14 a 21 dias. Atividades físicas com intenso trabalho de braços podem ser retomadas após cerca de 2 meses