A cirurgia reconstrutora tem como objetivo promover a melhoria da qualidade de vida e a ressocialização dos pacientes afetados por disfunções estruturais e motoras. Os defeitos podem ser congênitos ou adquiridos, geralmente decorrentes de acidentes (traumas) e ressecções tumorais. Entre as áreas de atuação estão o tratamento das queimaduras, traumas e ferimentos, cicatrizes e quelóides, tumores cutâneos, paralisia facial, fraturas de nariz, lóbulo de orelha e a reconstrução dos diversos segmentos do corpo como o couro cabeludo, face, orelhas, mamas, abdome, membros superiores, membros inferiores, etc.

O tratamento como um todo geralmente é multidisciplinar, envolvendo profissionais de diversas áreas, visando uma melhor reabilitação. Deve haver um esforço conjunto no diagnóstico, planejamento, execução e seguimento para que o resultado final se aproxime do padrão tido como “normal”, proporcionando função adequada e ganho estético dentro do possível. Cirurgias reparadoras podem ser realizadas sob consulta.

Se tiver duvidas entre em contato.