• Descrição

    500 mastopexia_60886399O aumento excessivo do volume da mama masculina pode causar grande constrangimento e desconforto psicológico ao paciente. Ginecomastia é um aumento de volume da mama caracterizado por uma hipertrofia benigna da glândula mamaria e Pseudoginecomastia é um aumento do tecido gorduroso das mamas.

    A maioria dos pacientes é assintomático, porem, podem haver dolorimento ou sensibilidade nas mamas ou mamilos. Uma criteriosa avaliação deve ser feita a fim de se determinar a provável causa de hipertrofia mamaria.

    As indicações cirúrgicas para o tratamento da ginecomastia são: adolescentes com um aumento mamário que persiste por pelo menos 18 – 24 meses, pacientes sintomáticos, ginecomastia antiga levando a fibrose e pacientes com risco para câncer.

  • Cirurgia

    O tipo de anestesia fica a critério dos anestesistas, podendo ser realizada sob anestesia local, anestesia local com sedação ou anestesia geral. O procedimento dura em media 1 – 2 hs.

    O tratamento cirúrgico depende do tipo de hipertrofia mamaria (glandular, gordurosa ou mista) e geralmente envolvem a lipoaspiração, ressecção da glândula mamaria e ressecção do excesso de pele. As cicatrizes tendem a ficarem imperceptíveis e em localização de camuflagem da área.

  • Recuperação

    Pacientes podem ter alta no mesmo dia da cirurgia, não havendo necessidade de internação hospitalar. As malhas de compressão elástica devem ser usadas por um período aproximado de 30 dias.

    A maioria dos pacientes retorna às suas atividades laborais em 3 dias e `as atividades físicas em 30 dias, dependendo de cada caso clinico-cirúrgico. O resultado final vai depender da reação cicatricial de cada organismo.