• Descrição

    palpebraA aparência dos olhos é importante nas relações interpessoais. A partir da terceira década de vida, alterações marcantes ocorrem nessa região, podendo levar a uma aparência mais envelhecida e cansada, além da possível interferência sobre a visão. A pele das pálpebras torna-se mais flácida e fina, favorecendo a protrusão das bolsas de gordura.

    A blefaroplastia, ou a cirurgia das pálpebras, é um procedimento capaz de corrigir estes sinais.

  • Cirurgia

    O tipo de anestesia fica à critério da equipe de anestesistas, podendo ser realizada anestesia local, anestesia local com sedação ou anestesia geral. O tempo cirúrgico varia de 1 – 2 hs de procedimento.

    A blefaroplastia é realizada através de incisões localizadas nas linhas naturais das pálpebras superiores e logo abaixo dos cílios nas pálpebras inferiores. Pacientes que possuem bolsas de gordura abaixo das pálpebras inferiores, sem flacidez de pele associada, é indicada a blefaroplastia transconjuntival, onde a remoção de gordura é feita por uma incisão dentro da pálpebra inferior, sem deixar cicatriz externa.

  • Recuperação

    O paciente deve permanecer em repouso absoluto por 48 hs Inchaço e equimoses (manchas roxas) são sinais frequentes ao redor dos olhos e tendem a desaparecer em 2-3 semanas. Para suaviza-los, recomendamos compressas geladas durante os primeiros 7 dias.

    A maioria dos pacientes retorna à sua atividade laborais em 7 – 10 dias e atividade física em 30 dias, dependendo de cada caso clinico-cirurgico.

  • Seção