O preechimento é recomendado basicamente para pacientes portadores de rugas estáticas, ou seja, que estão presentes independentemente da contração da musculatura facial, enquanto a toxina botulínica é recomendada para rugas dinâmicas, ou seja, diretamente dependentes da contração muscular.

É aplicado em rugas de regiões onde a ação muscular é importante e não pode ser tratada com a toxina botulínica, e também como coadjuvante da toxina quando as rugas de expressão são muito antigas e já marcaram muito a pele. As regiões mais comuns da aplicação dos preenchedores são o sulco entre a boca e as bochechas, a região entre as sobrancelhas e as rugas finas ao redor dos lábios.

O tratamento é simples e consiste na injeção desses produtos nos sulcos e rugas da face, tornando-os mais rasos e dando ao rosto uma aparência mais jovem.

Existem várias classificações para os preenchimentos faciais, sendo a mais comum a que considera a duração da permanência do produto nos tecidos ao longo do tempo. Dessa forma, os preenchedores podem ser divididos em absorvíveis (transitórios) e inabsorvíveis (permanentes). No primeiro grupo, o material injetado sofrerá uma destruição ou absorção progressiva pelo organismo, ou seja, vai desaparecendo com o passar do tempo. Fazem parte deste grupo, os preenchimentos à base de ácido hialurônico, o colágeno e os polímeros biodegradáveis. No segundo grupo, o material injetado em geral permanecerá no organismo definitivamente. Fazem parte deste grupo os preenchimentos à base de dimetilpolisiloxano, polivinil, poliacrilamida e esferas de polimetilmetacrilato em suspensão (PMMA). A escolha destes produtos deve obedecer à critérios de indicação, aplicação e acompanhamento. Substâncias absorvíveis como o ácido hialurônico são enzimaticamente metabolizadas ou removidas pela fagocitose de forma gradual, podendo durar de 3 a 24 meses. A durabilidade do efeito obtido é variável, dependendo das características do produto, concentração, quantidade, local da aplicação, fatores próprios do indivíduo, etc.

A técnica é segura e simples e realizada na própria clínica, com anestesia local ou tópica. Os efeitos do tratamento duram aproximadamente 6-8 meses e podem ser repetidos após este período.

O paciente pode voltar às atividades normais, inclusive o trabalho, logo após a realização do procedimento. Recomenda-se evitar exercícios mais intensos no dia da aplicação.

Apesar dos excelentes resultados obtidos, os procedimentos de preenchimento não substituem o “Lifting Facial”, que passa a ser necessário quando os sinais de envelhecimento são mais pronunciados.

A aplicação de preenchimentos faciais é um procedimento médico, exigindo capacitação profissional adequada. Não se trata de um procedimento isento de riscos, devendo ser realizado com prudência e responsabilidade. Em mãos devidamente habilitadas, geralmente as complicações são raras e transitórias, portanto a devida experiência da equipe médica é fundamental para uma boa condução clínica dos casos.